Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Oeste aponta para turismo de cinco estrelas

Construir uma região nova, com turismo de luxo. Este é o caminho para o Oeste, defendido por Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos. O autarca foi um dos oradores na sessão de encerramento do III Congresso da Região Oeste, revela o Diário de Leiria.

Telmo Faria traça o modelo de investimento turístico para a região: um turismo com uma oferta bastante qualificada, com várias unidades hoteleiras de cinco estrelas e unidades residenciais de baixa densidade.

«Não falamos de time-sharing, nem de turismo massificado, mas de um conceito de altíssima qualidade, não para ser um novo Algarve, mas para ser uma região nova, um modelo novo de turismo em Portugal. Essa é a grande estrada do nosso desenvolvimento», declarou o autarca, que também é presidente da ADRO – Agência de Desenvolvimento Regional do Oeste.

Ota e linha do Oeste também foram destacados

O autarca salientou a vontade do Governo em avançar com o aeroporto na Ota, realçando a necessidade de discutir o seu impacto e consequências no modelo de desenvolvimento da região. Tal discussão passa pela criação de um plano intermunicipal para o novo aeroporto, «de modo a atenuar os impactos negativos e aproveitar as potencialidades que a infra-estrutura trará», lê-se no diário leiriense.

A necessidade de modernizar a Linha do Oeste foi outra das conclusões do congresso. «Ficou aqui bem claro que é preciso investir mais [na Linha do Oeste]», referiu Telmo Faria, que lamentou não ter visto, no Governo, convicção para a linha do Oeste como a que viu para a Ota.
Os planos para a construção de duas marinas, em Peniche e na Nazaré, são outros dois projectos que mereceram destaque na sessão de encerramento do congresso.

LE com Diário de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.