Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Holandeses e espanhóis concorrem a centro comercial de Leiria

Os candidatos ao concurso público internacional para a construção do mega-centro comercial poderão ser quatro e dois já são oficiais. Os espanhóis da Chamartin Imobiliária, que recentemente adquiriram a Amorim Imobiliário, e os holandeses da MDC – Multi Development Corporation Internacional, que já tinham apresentado a proposta do Forum Leiria, confirmaram ao Jornal de Leiria a intenção de concorrer.

Rui Alegre, director-geral da Chamartin Portugal, e António Seabra, director técnico da MDC, revelam que o caderno de encargos já foi levantado e que os projectos estão em fase de estudo e preparação.

Grupo Meneses e Vougainvest ainda não decidiram

Artur Meneses, administrador do Grupo Meneses, não confirma, para já, a candidatura. Revela, contudo, que o assunto está a ser equacionado, e diz que, a fazê-lo, «não será sozinho», adianta ainda o Jornal de Leiria.

Quanto à Vougainvest, que concorreu com o projecto Liz Shopping, Rui Lima, director-geral, afirma tratar-se de uma decisão que o conselho de administração ainda não tomou, adianta o semanário.

Recorde-se que o prazo de entrega das candidaturas termina a 10 de Julho e a escolha do vencedor deverá decorrer dentro de três meses.

Artur Meneses deverá pôr câmara em tribunal

O empresário Artur Meneses, que terá investido cerca de dez milhões de euros em terrenos para a construção do W Shopping, antes da Câmara de Leiria ter optado pela abertura do concurso público internacional para a construção do centro comercial, deverá recorrer ao tribunal para pedir uma indemnização à autarquia, revela o Jornal de Leiria, citando uma fonte ligada ao processo.

Embora, em Fevereiro, tenha admitido que nunca lhe tinha sido prometida a aprovação, Artur Meneses queixava-se de ter adquirido terrenos em zona de Reserva Ecológica Nacional, já que o projecto teria sido «desenvolvido com a câmara nesse sentido». Segundo o Jornal de Leiria, a autarquia não quis comentar.

LE com Jornal de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.