Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Tecmolde acusa Icep de favorecer concorrentes

António Santos, presidente da Tecmolde, acusa a representação do Icep na Rússia de «espionagem comercial«» e de um «conjunto de acções concertadas» para desalojar a empresa da Marinha Grande do mercado russo, desviando clientes para a concorrência, avança a última edição do Expresso, citada pelo Jornal de Leiria.

De acordo com o semanário nacional, o empresário garante que aquela situação se arrasta há anos, mas teve o seu episódio mais recente em Outubro, quando o Icep levou à Rússia um grupo de empresas portuguesas do sector de moldes, que se encontraram com dezenas de potenciais clientes, «metade dos quais eram clientes da Tecmolde».

Para António Santos, tal revela «falta de vontade», por parte do Icep, de «realmente estudar o mercado». O empresário acusa ainda o instituto de ter «roubado» uma funcionária à Tecmolde. «É fácil que o Icep em Moscovo, para mostrar serviço, recorra ao conhecimento privilegiado que essa pessoa tem da nossa actividade na Rússia», afirmou, garantindo ao Expresso ter provas de que a contratação foi efectuada de forma «insólita, claramente desleal e ilícita», já que o delegado do Icep na capital russa terá obtido luz-verde de Lisboa e contratado a funcionária «antes de publicar o anúncio na imprensa russa a solicitar candidaturas».

Contactado pelo JORNAL DE LEIRIA, o Icep responde que «considera absurdo qualquer tipo de comentário que ponha em causa a sua habitual prática de tratar todas as empresas portuguesas de forma igual e profissional».

LE com Jornal de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.