Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Portugal representado em empreendimento produtor de energia termonuclear

O Conselho Europeu de Berlim vai disponibilizar 9.6 mil milhões de euros de fundos, para a criação de uma Empresa Comum Europeia que participará no projecto ITER (Reactor Termonuclear Experimental Internacional). Este empreendimento tem como objectivo a produção de energia termonuclear, um tipo de energia considerada menos perigosa que a energia nuclear. Portugal vai estar representado através do Centro de Fusão Nuclear (CFN) do Instituto Superior Técnico, entidade que comunicou esta participação nacional à LUSA.

O ITER é um mega-projecto com duração prevista de 35 anos, sendo um exemplo de globalização da Ciência e da Tecnologia. Envolve União Europeia, EUA, China, Índia Japão, Coreia do Sul e Rússia. O projecto materializa-se através de uma fábrica de fusão nuclear, localizada em Cadarache, França, que se encontra em fase de construção. A tecnologia termonuclear usa o plasma do hidrogénio a 100 milhões graus centígrados para produzir energia, através do processo de fusão nuclear. Assim, em condições de laboratório e controladas pelo homem, são reproduzidas as reacções de fusão que acontecem no Sol e em outras estrelas.

Fonte de energia renovável

Esta é considerada uma das tecnologias do futuro para gerar energia eléctrica renovável, mais segura que a energia nuclear pois, em caso de avaria, como a que ocorreu em Chernobyl, a reacção termonuclear é suspensa em milésimos de segundo. Além disso, os reactores termonucleares não produzem resíduos radioactivos nocivos e só libertam hélio, um gás inerte e inofensivo.

O CFN, em parceria com o Centro de Física de Plasmas do IST, tem o estatuto de Laboratório Associado da fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Segundo o CFN, Portugal pretende alargar a sua colaboração no projecto e promover a participação do Brasil, através de um acordo a celebrar entre os governos dos dois países.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.