Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Lena compra construtora Abrantina

O Grupo Lena anuncia firmou um acordo para a aquisição, através da sua participada Lena Construções, de 100% do capital da construtora Abrantina. O Grupo Lena anuncia ainda a integração da sua «subholding» Lena Indústria dentro da Lena Construções. O objectivo destas operações passa por alcançar um lugar entre os três maiores «players» nacionais no sector da construção civil e obras públicas, em Portugal.

Na origem desta decisão está o facto do sector industrial do Grupo «ser constituído por negócios complementares às actividades de construção, como a produção de betão pronto, os artefactos de cimento, os agregados, as tintas e os produtos termoplásticos», justifica a empresa.

O objectivo comum a estas operações passa por alcançar um lugar entre os três maiores «players» nacionais no sector da construção civil e obras públicas, em Portugal.

O Grupo Lena beneficia assim da «notoriedade» da construtora Abrantina, que está há 75 anos associada a grandes projectos de obras públicas e construção civil, para além de reforçar competências técnicas para a edificação de portos marítimos, aeroportos, barragens e infra-estruturas ferroviárias, reforçando o seu posicionamento nos grandes desafios que se avizinham no sector, adianta o comunicado.

Adicionalmente, reforça a dimensão internacionalização do Grupo, consolidando as suas presenças nos mercados de Angola, Moçambique, Argélia e Roménia e alarga a sua presença ao mercado da Malásia, onde a construtora Abrantina está já presente.

Facturação no sector da construção do Grupo Lena duplica

A construtora Abrantina facturará cerca de 200 milhões de euros em 2007 e tem obras em carteira que antecipam uma facturação de 250 milhões de euros para 2008.

Com a aquisição da construtora Abrantina e a integração da Lena Indústria, o sector de construção do Grupo Lena facturará, em 2007, cerca de 600 milhões de euros, mais do dobro dos 251 milhões de euros facturados em 2006.

Em termos globais e tendo em atenção as operações acima descritas e os resultados da internacionalização, o Grupo Lena espera facturar este ano mais de 900 milhões de euros, um crescimento de 73% face aos 520 milhões facturados em 2006.

Recorde-se que a Lena Construções alcançou, em 2006, um volume de negócios de 251 milhões de euros, tendo um peso de cerca de 50% no volume de negócios do Grupo Lena.

A Lena Construções desenvolve a sua actividade em Portugal Continental e nos arquipélagos da Madeira e Açores, bem como a nível internacional, marcando presença na Europa de Leste (Bulgária e Roménia), Argélia, Angola, Marrocos e Brasil.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.