Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

‘Olhalvas Park’ abre ao público terça-feira

Um centro comercial com nove lojas, entre elas o Vetimarché e a Baobab, um Intermarché completamente renovado, um espaço dedicado à restauração, e o aumento de 90 para 250 postos de trabalho. É assim o ‘Olhalvas Park’, que abre ao público na próxima próxima terça-feira, depois de oito meses de obras e de um investimento de 10 milhões de euros, revela a edição de hoje do Diário de Leiria.

O espaço possui agora uma área de dois mil metros quadrados, a que se acrescenta um espaço de restauração com 500 metros quadrados, uma zona de escritórios e várias lojas.

O ‘Olhalvas Park’ terá um Vetimarché (loja de vestuário e moda), com uma área de 700 metros quadrados, uma Baobab (loja de plantas, animais e jardinagem), com dois mil metros quadrados. Terá ainda uma loja de electrodomésticos, uma perfumaria, um cabeleireiro, uma loja de telemóveis, uma parafarmácia e uma loja de reparação de chaves e calçado.

António Figueira, promotor do espaço, revelou ainda ao Diário de Leiria que o estabelecimento da Gândara também vai, em breve, ser completamente remodelado.

LE com Diário de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.