Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Estudo: estratégia na China deve focalizar grande consumo

As empresas que queiram obter sucesso na China terão que desenvolver estratégias focalizadas nos mercados de grande consumo deste país, em detrimento das cidades de topo «onde a competição é forte e o potencial do mercado está em maturação», sugere uma análise da norte-americana IBM, citada pelo Dinheiro Digital.

A IBM define mercados de grande consumo (na China) como uma combinação de cidades pequenas, recentes e de rápido crescimento, tal como Fuzhou e Hefei, que representam quase 40% da população urbana chinesa (234 milhões), e com um segmento de consumo crescente, 80% do qual assenta em rendimentos familiares entre três mil a 6.000 dólares anuais.

As conclusões do estudo, intitulado «Ganhar nos Mercados de Grande Consumo da China: Novos Modelos de Negócio, Novas Operações para o Crescimento Rentável», apoiam-se em desafios apontados por executivos sénior de mais de 180 multinacionais presentes na China.

LE com Dinheiro Digital

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.