Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Dívida ao estrangeiro atinge valor mais alto de sempre

A dívida do País ao estrangeiro atingiu o nível mais elevado de sempre, representando, em Setembro último, 71,6% da riqueza nacional (PIB). Cada português deve em média à banca estrangeira mais de dez mil euros, revela a edição de hoje do Diário de Notícias.

Boa parte da dívida resulta dos empréstimos ao consumo, compras de casa própria e crédito às empresas, uma forte procura de crédito que levou a banca nacional a endividar-se, contraindo fundos ao estrangeiro.

Em Setembro do ano passado, e pela primeira vez na história bancária, o seu passivo acumulado (responsabilidades) para com o exterior ultrapassou o total da riqueza gerada pela economia num ano. Ou seja, a dívida bancária, no montante de pouco mais de 158 mil milhões de euros, ultrapassava em 3,8% o PIB previsto para 2006.

Este endividamento só não é preocupante porque os activos da banca nacional no estrangeiro levam a que o “saldo externo” da banca represente apenas metade (49,7%) do PIB português.O uso de poupanças externas para enfrentar o crédito tem uma explicação: as poupanças internas (entre as quais os tradicionais depósitos bancários) são insuficientes para enfrentar o “apetite” de crédito, explica o DN.

À excepção da Caixa Geral de Depósitos – a única instituição bancária em que os depósitos nacionais são superiores aos créditos concedidos – o resto do sistema financeiro tem de recorrer ao mercado internacional de poupanças.

LE com Diário de Notícias

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.