Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

Valor de propinas mantém-se nos próximos dois anos

O ministro da Ciência e do Ensino Superior, Mariano Gago, anunciou na semana passada que o valor das propinas no ensino superior vai manter-se inalterado até ao final de 2009, como forma de atrair mais alunos, revela a Gazeta das Caldas. Actualmente, o valor máximo da propina anual nas Universidades é de 920,17 euros e nos politécnicos de 850 euros.

No IPL os estudantes pagam o valor máximo da propina, que “integra o orçamento de funcionamento das instituições sem qualquer distinção das demais fontes de financiamento”, esclarece Luciano de Almeida, presidente do Instituto.

Luciano de Almeida refere que a propina de 850 euros que o IPL cobra aos alunos “está no limite do razoável” tendo em conta a actual situação sócio-económica média dos agregados familiares.

Apesar disto, Luciano de Almeida garante que o ‘congelamento’ das propinas não vem penalizar o IPL, porque o que está em causa não é o financiamento dos alunos, mas “o investimento que o Estado está disposto a fazer ou não na qualificação dos portugueses”.

Mesmo sem uma verba maior, o Instituto pretende continuar a desenvolver a sua reforma interna e projectos em quantidade e qualidade, pois a “racionalização dos recursos humanos e financeiros é hoje um imperativo moral e ético”.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.