Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Região Centro arrecada segunda maior fatia dos fundos comunitários

A região Centro vai receber 1,7 mil milhões de euros, ou seja 23,9% dos 7,3 mil milhões de euros de fundos comunitários atribuídos aos sete programas regionais portugueses, segundo o Quadro Estratégico de Referência Nacional (QREN), para o período 2007-2013, revela a edição de hoje do Jornal de Notícias (JdN).

Os apoios comunitários destinados à região Centro – que arrecada a maior fatia logo a seguir à região Norte, que foi contemplada com 2,7 mil milhões de euros – desceram apenas 5,2% face às verbas do anterior Quadro Comunitário de Apoio (2000-20006). Isto porque se se encontra entre as regiões de convergência, tal como o Norte e o Alentejo, registando atrasos que importa corrigir.

Em declarações ao Jornal de Notícias, o presidente da CCDR do Centro, Alfredo Marques, classifica o QREN como «um bom ponto de partida». «Não tenho razão para estar insatisfeito», afirmou, convencido de que o importante, agora, é que os agentes da região apresentem «bons projectos». Lembrando que a qualificação dos recursos humanos da região está «abaixo da média nacional», Alfredo Marques considerou que o próximo QREN «é uma oportunidade de ouro».

Quem mais perde

Segundo cálculos efectuados pelo JN, Lisboa e Vale do Tejo, tem um corte de 79,8% nos apoios, angariando agora cerca de 306 milhões de euros. O Algarve regista a segunda maior descida: 63,5%, perdendo 304 milhões de euros.

As ajudas comunitárias totais previstas no QREN totalizam 21,5 mil milhões de euros, para um investimento global de 44,7 mil milhões de euros. Ou seja, Estado Português e privados devem participar neste esforço com 23,2 milhões, revela ainda o JdN.

O QREN prevê para o novo Aeroporto de Lisboa 170 milhões de euros e para o TGV 955 milhões.

Recorde-se que o QREN é o instrumento que programa a utilização dos vários apoios financeiros da União Europeia Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), Fundo Social Europeu (FSE) e Fundo de Coesão (FC), contendo as principais directrizes para o desenvolvimento regional.

Distribuição de fundos regionais

Norte – 2,7 mil milhões de euros

Centro – 1,7 mil milhões de euros

Açores – 1,1 mil milhões de euros

Alentejo – 0,868 mil milhões de euros

LE com Jornal de Notícias

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.