Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Indicador de clima económico recua na UE e na Zona Euro mas sobe em Portugal

O Indicador de Clima Económico recuou em Janeiro tanto na Zona Euro (menos 0,6 pontos) como na União Europeia (menos 1,7 pontos), mas subiu em Portugal (mais 0,6 pontos), revela a agência Lusa citando dados divulgados hoje em Bruxelas pela Comissão Europeia.

O indicador do sentimento económico, que reflecte a evolução da actividade económica com base na opinião de agentes económicos e também de consumidores, caiu para os 110,7 pontos na União Europeia (UE) e para os 109,2 pontos na Zona Euro, enquanto em Portugal se fixou nos 99,2 pontos, o segundo valor mais elevado do último ano.

Na avaliação da União, a queda de 1,7 pontos é justificada pelo “clima” desfavorável nos sectores da indústria, serviços e construção, enquanto na Zona Euro a confiança baixou em todos os sectores com excepção dos serviços.

Já em Portugal, o indicador de sentimento económico subiu ligeiramente nos sectores da indústria, comércio a retalho e construção, e o valor de 99,2 pontos é o segundo mais elevado dos últimos 12 meses, apenas superado pelos 100,2 pontos registados em Novembro de 2006.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.