Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Icep define novos mercados de aposta no sector da construção

O Icep definiu novos mercados de aposta para o mercado da construção até 2008. Em causa estão países como a Argentina, Chile, Líbia, Tunísia, Mauritânia, Irlanda e Reino Unido. Quanto a ‘clusters’ potenciais para a construção, elegeu as águas e saneamento, energia, transportes e estádios, revelava a edição de sexta-feira do Diário Económico.

O Icep considera ainda que, dentro do grupo dos Países em Vias de Desenvolvimento, África mantém-se como mercado de continuidade. Para as empresas internacionais, o mercado dos concursos internacionais lançados no âmbito das OMF – Organizações Multilaterais de Financiamento – mercado cujo valor se estima em cerca de 20.000 Milhões de USD/Ano – revela-se igualmente importante.

Para além dos PALOP, são considerados mercados prioritários do projecto da fileira a Roménia, Polónia, República Checa, Espanha e o Mercado dos Concursos Internacionais com financiamento multilateral.

Segundo o Icep, a Roménia e República Checa não têm sido mercados significativos em termos das exportações da fileira, mas apresentam um grande potencial, por serem países onde a construção de infra-estruturas está em “boom”.

Quanto a Espanha, «apresenta-se como um mercado natural para as empresas das tecnologias de ambiente e um mercado muito importante para o sector da construção civil e obras públicas», adianta.

LE com Diário Económico

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.