Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Desenvolvimento estratégico de Peniche em “discussão”

A Câmara Municipal de Peniche pretende elaborar, até ao final de 2007, a Magna Carta do desenvolvimento futuro de Peniche para as próximas duas décadas. Para tal, a autarquia lançou um processo de reflexão estratégica, aberta à intervenção dos principais agentes económicos, sociais, culturais e associativos, com ligação ou presença em Peniche, bem como às entidades responsáveis por equipamentos e serviços que operam no concelho, revela em comunicado.

O objectivo passa por criar um quadro de referência tecnicamente fundamentado e centrado nas perspectivas de desenvolvimento do concelho.

Traçar um diagnóstico estratégico da cidade e do concelho de Peniche, construir um quadro-síntese das condicionantes e das oportunidades económicas, formular linhas estratégicas de desenvolvimento ajustadas às condicionantes e oportunidades existentes e à ambição de Peniche, elaborar uma Agenda Local XXI e traçar um conjunto de orientações em matéria de ordenamento do território, são alguns dos objectivos da Magna Carta Peniche 2025.

IPL e CENCAL asseguram serviços de consultoria que suportam a realização do documento

Tendo em vista assegurar os serviços de consultoria de suporte à realização do Documento de Estratégia Peniche 2025, a Câmara Municipal estabelecerá protocolos de colaboração com a Associação Ciência e Desenvolvimento do Instituto Politécnico de Leiria (IPL) e com o Centro de Formação Profissional para a Indústria Cerâmica das Caldas da Rainha. Estas instituições disponibilizarão os recursos (especialistas sectoriais) ajustados à natureza das actividades a desenvolver.

Entre as áreas de intervenção do diagnóstico estratégico da Magna Carta Peniche 2025 encontram-se a inserção regional de Peniche no Oeste e região Centro, o desenvolvimento social e a dinâmica associativa, a estrutura económica e de emprego. O disgnóstico estratégico irá também pronunciar-se sobre o(s) pólo(s) de competitividade e inovação, as dinâmicas urbanas, ambiente e património natural e a dinâmica de investimento municipal e intermunicipal e novos projectos.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.