Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Associar a identidade portuguesa à porcelana fina

Célia Marques

(Artigo publicado na revista 250 Maiores Empresas do Distrito de Leiria, editada pelo Jornal de Leiria e publicada a 26/10/2006 com o JdL e 29/10/2006 com o Público)

A manufactura de peças de porcelana e faiança para museus e colecções particulares é uma das missões da BrazGil Studio, um projecto familiar, de apenas cinco anos, que conta com a experiência de três décadas de Joaquim Braz Gil, o fundador, “professor” e condutor de toda a equipa.

A BrazGil Studio afirma-se com uma empresa que faz da qualidade, excelência e cultura portuguesa a sua referência, ao idealizar, conceber e produzir peças que invocam a tradição tauromáquica, a caça, a natureza e a religião, incutindo-lhe uma identidade artística própria, um vinco contemporâneo.

Segundo Luís Braz Gil, um dos fundadores da empresa, trabalhar na linha da criatividade e do design, e em produtos de elevado valor acrescentado, em que a competição não se faça via preço, representa a única forma de fazer subsistir a porcelana em Portugal. «Não temos capacidade para competir na produção de grandes séries. Recentemente foi feita a maior fábrica de porcelana do mundo no Irão», justifica.

Existe toda uma filosofia em torno da BrazGil Studio. A manufactura e show room estão implantados num espaço bucólico, nas Caldas da Rainha, junto à casa que já viu nascer três gerações de ceramistas que assegurarão a continuidade do projecto.

A BrazGil Studio será ainda responsável pelo Jardim Arte, um projecto que representa um investimento de 500 mil euros e que dará corpo ao que pretende que seja um centro de excelência em torno da porcelana: um jardim de bem estar, lazer e saber fazer, explica Luís Braz Gil.

O Jardim Arte terá uma área de 18 mil metros quadrados e 150 mil plantas e árvores abrigarão, dentro de ano e meio, um restaurante e um creative center, com workshops de pintura, escultura e botânica.

Acresce a loja com os produtos da BrazGil Studio e uma cafetaria que permitirá a realização de pequenos eventos. «Existem muito poucos pintores de porcelana. É preciso criar uma escola referência que dê continuidade a esta manufactura», sustenta o responsável.

Escultura, iluminação e home fragance

O javali, veado, muflão, lobo, pombo torcaz, cão perdigueiro, cavalo lusitano e touro são alguns dos animais representados em esculturas de porcelana pintadas à mão que parecem ter vida própria, uma abordagem que traz à BrazGil Studio clientes ligados à tauromaquia e criação de cavalos.

Os serviços de jantar, chá e café representam outro dos segmentos da empresa, com destaque para a réplica do serviços da Companhia das Índias.

Também na iluminação o design se aproxima da tradição portuguesa, quer nos candeeiros, quer nas lamparinas. O desenho em relevo e o efeito da transparência da porcelana em contraluz resulta em imagens cujo rigor e dinamismo transmitem movimento. É o resultado da aplicação da litofania, um processo que permite obter efeitos de transparência na porcelana. São já 22 as lamparinas que integram uma colecção que retrata algumas cidades e paisagens marcadamente portuguesas, mas também Madrid, Atenas ou a Lapónia.

A actividade da BrazGil Studio abrange ainda o segmento de home fragance, a produção de velas envoltas em porcelana e decoradas a ouro ou platina, cujas tampas evocam motivos marinhos e fauna. No segmento de iluminação acrescem os candeeiros e pontos de luz, sempre retirando partido do efeito da transparência da porcelana.

Reproduções para museus e palácios

A vocação para a criação de peças de prestígio deu origem à colaboração com entidades como o IPPAR, ICEP e Instituto Português de Museus, tanto ao nível de reproduções para museus e palácios como na manufactura de peças originais, em parceria com designers nacionais e internacionais. Destaca-se ainda a manufactura de edições especiais, de elevado valor artístico, como a edição limitada de 250 placas de porcelana, da autoria da pintora Beatrice Bulteau.

No segmento corporate, a BrazGil Studio produz, por encomenda, peças exclusivas para empresas, de que a PT e a SIVA são exemplo.

O principal cliente no mercado externo é o americano, que é responsável por cerca de 30 por cento da facturação da empresa. Para além dos quatro fundadores da família Braz Gil, a BrazGil Studio conta com 15 colaboradores para toda a fase de fabrico, um estrutura que se deverá manter, uma vez que permite «incutir personalidade» a tudo o que fazem.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.