Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

NERLEI dinamiza Central de Compras para a fileira Casa

A Associação Empresarial da Região de Leiria (NERLEI) está a estruturar uma Central de Compras para os sectores da cerâmica de barro branco, vidro e mobiliário. O objectivo passa por conseguir condições mais vantajosas para os sectores que integram a fileira Casa, com vista à melhoria da sua competitividade, revelou Pedro Faria, presidente da associação, à revista 250 Maiores Empresas do Distrito de Leiria, editada pelo Jornal de Leiria.

São sectores «com importância regional e nacional – como a cerâmica de barro branco, que é líder mundial em termos de know how e capacidade de produção – com problemas de tesouraria que podem ser minimizados através de acções conjuntas, não só ao nível da promoção nos mercados externos, como com uma Central de Compras», adiantou aquele responsável.

«É preciso criar uma estrutura. O papel da NERLEI é coordenar os interesses das empresas, mas é sobretudo da sua adesão que depende o sucesso da iniciativa», sublinhou.

A proposta já deu entrada na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC).

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.