Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Nazaré poderá ter primeiro parque comercial de energia das ondas

A Nazaré poderá vir a ter, nos próximos anos, o primeiro parque de ondas para produção comercial de energia. A tecnologia Pelamis, desenvolvida pela Enersis, foi apresentada no passado dia 8 ao executivo camarário, que se manifestou interessado em acolher o projecto, revela o Oeste Online.

Estudos já realizados apontam a Praia do Norte como a futura localização do parque de ondas, uma vez que apresenta condições favoráveis em termos de quantidade e “qualidade” das ondas, características do fundo marítimo para passagem do cabo e proximidade relativamente a infra-estruturas de apoio. A que acresce, segundo Sá da Costa, da Enersis, a proximidade a uma população ligada ao mar há gerações e que facilmente poderá prestar serviços relacionados com o sistema.

Apesar da tecnologia estar em fase embrionária, a empresa acredita que é possível ter o primeiro parque de ondas comercialmente viável num horizonte temporal de sete a dez anos, com fornecimento de energia “verde” a preços competitivos.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.