Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

ACILIS renova imagem e redefine estratégia

A ACILIS, a mais antiga associação empresarial da região, renovou a sua imagem. Mais do que uma operação de cosmética, a associação pretende modernizar e diversificar os seus serviços e adoptar uma nova postura no contexto económico-social, revela em comunicado. O grande objectivo passa por revitalizar o tecido associativo.

«Conhecemos actualmente uma realidade diferente da que viu nascer a ACILIS e da que iremos conhecer amanhã. Um mercado cada vez mais exigente e competitivo levou os empresários a voltar-se para os interesses particulares das suas empresas e, por outro lado, a dispersar-se entre associações sectoriais (também estas cada vez mais específicas), fragmentando assim a força da vida associativa, bem como o peso institucional de cada uma das associações», revela Carlos Caiado, presidente da associação.

Ciente nos novos desafios, e partindo das expectativas e necessidades dos seus associados, sintetizadas num estudo que levou a efeito, a ACILIS definiu um conjunto de pontos estratégicos considerados vitais para a sua sustentabilidade futura.

Angariação de novos associados e aposta no CRM

Nas medidas inclui-se a angariação de novos associados – diversificando os sectores de actividade e áreas geográficas representadas no corpo associativo – e a aposta no CRM (Costumer Relationship Manager), utilizando meios de comunicação electrónicos, ou seja «instantâneos e económicos».

Acresce ainda a reformulação do plano de quotizações, uma vez que «mais fundos permitirão mais e melhor serviço aos associados», bem como a renovação da imagem institucional, «que transmita união e solidez», apostando numa presença mais próxima dos associados e dos órgãos de poder.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.