Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Mini-garrafa de vinho para cativar jovens

A Adega Cooperativa do Bombarral decidiu lançar no mercado uma garrafa de vinho branco leve semelhante às garrafas de cerveja, com 0,25 litros e cápsula de carica, de fácil abertura, para cativar os jovens. Em ano de estagnação de vendas, a aposta num produto com embalagem mais pequena procura alcançar um público-alvo diferente do habitual e levá-lo a consumir vinho, revela o Oeste Online.

«Fala-se muito do elevado consumo de álcool na juventude. Mas não é com vinho que isso acontece. Estamos cientes de que este produto, de baixo teor alcoólico, entre 9 e 9,5 graus, qualquer pessoa beber uma ou duas garrafas que não vai ficar embriagado», assegurou, presidente da adega, que tem 500 cooperantes.

José Eduardo sublinhou ainda que, «com este tipo de garrafas deve ser mais fácil cativar os jovens. Tem rótulo simples, é leve como o próprio vinho e vem colmatar uma lacuna que existia no mercado, perante as restrições colocadas ao consumo de álcool».

«A garrafa de 0,25 é indicada para se beber à refeição sem que alguém fique prejudicado», sustentou José Eduardo. O dirigente da adega pensa que «pode vir a ter uma excelente atenção no mercado» e avançou que para já «a reacção das pessoas é positiva, é de curiosidade e tem havido uma boa aceitação».

«Este ano, as vendas estão estagnadas, com tendência para descer, e o novo produto pode ser uma forma de inverter a situação», comentou o responsável.

As garrafas encontram-se à venda em vários concelhos da região Oeste, custando cerca de 50 cêntimos cada garrafa e dez euros uma caixa de 24. Em Março de 2007 a adega prevê lançar uma garrafa do mesmo tamanho com vinho rosé, criando um ‘pack’ de quatro embalagens para venda nas grandes superfícies.

LE com Oeste Online

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.