Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Mais descontos nos recibos verdes

O regime de Segurança Social dos trabalhadores independentes vai ser o próximo alvo da reforma do sistema. A matéria ficou de fora do recente Acordo para a Reforma da Segurança Social, mas deverá começar a ser discutida pelos parceiros sociais e pelo Governo no início do ano. A UGT quer separar o regime das pessoas que trabalham com o chamado ‘recibo verde’ do dos trabalhadores por conta de outrem, revela a edição de hoje do Correio da Manhã.

Ao contrário do que sucede com os trabalhadores por conta de outrem, onde o desconto é repartido entre a entidade patronal (23,75%) e o empregado (11%), no caso dos recibos verdes a contribuição (25,4%) é totalmente suportada pelo trabalhador.

Em conversa com o Correio da Manhã, o secretário-geral da UGT, João Proença, afirmou que as discussões vão começar tendo em conta que «nesta área há muitas fraudes e há muitas pessoas que nos últimos anos de vida activa, em que estão a constituir pensão, descontam mais que nos anos anteriores, prejudicando os que não entram nestes esquemas».

«Esta questão tem de ser ponderada. Não se justifica que sejam os trabalhadores por conta de outrem a financiar os regimes independentes», sustentou João Proença, referindo que «tem de se aproximar o nível de descontos».

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.