Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Leiria é quinta cidade mais competitiva

Leiria é a quinta capital de distrito mais competitiva de Portugal Continental, num ranking que inesperadamente é liderado pela cidade de Évora. Não menos surpreendente é o facto de no fundo da tabela estar o Porto, revela a edição de hoje do Região de Leiria.

Este top da competitividade foi calculado por dois investigadores em economia da Universidade do Minho, Paulo Mourão e Júlio Barbosa, e sustentou um estudo denominado «As diferenças de competitividade entre o interior e o litoral», publicado no início do ano na revista da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas.

Neste trabalho, Leiria surge atrás de Lisboa (2º), Coimbra (3º) e Beja (4º), mas à frente de cidades como Aveiro (7º) e Santarém (9º). Os autores do estudo frisam que o ranking não reflecte o nível de riqueza das capitais de distrito, mas antes o potencial de competitividade.

Para a pontuação final de cada capital de distrito concorreram quatro variáveis: demográfica, laboral, empresarial e de conforto, sendo que esta última se refere, sobretudo, à qualidade do parque habitacional da cidade e sua envolvente. Foi na componente laboral – que reflecte a taxa de desemprego, a dimensão das empresas e o número de empresários individuais – que Leiria obteve a melhor pontuação, apenas sendo ultrapassada por Lisboa. Ao invés, foi na demografia que Leiria ficou pior no retrato revelado pelo estudo.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.