Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Centro de Nanotecnologias estará brevemente em funcionamento

O Centro de Nanotecnologias para o sector têxtil e vestuário será brevemente concluído. Esta ideia foi revelada pelo ministro da Economia, Manuel Pinho, no 8º Fórum do sector, que decorreu em Famalicão, revela a edição de hoje do AlMinho.

Trata-se de um investimento de cinco milhões de euros financiado a 75 por cento pelo PRIME (medida de criação de infra-estruturas tecnológicas). O centro vai ter autonomia jurídica e o Citeve – Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e de Vestuário será o accionista maioritário. Participam ainda com capital o Centro Tecnológico do Couro e as universidades do Minho, Porto e Aveiro.

Inicialmente, o Centro de Nanotecnologias localizado em Famalicão terá 30 elementos, entre licenciados das empresas, licenciados desempregados e investigadores universitários.

Manuel Pinho deu ainda instruções «para que, no prazo mais curto possível seja apresentado pelo IAPMEI e Citeve (os promotores) o Centro de Inteligência de Moda e Mercados, também há muito reclamado pelo sector têxtil». Entre as suas funções destaca-se a informação de mercados e a vigilância de tendências.

O orçamento previsto pode atingir o mesmo valor do Centro de Nanotecnologias, cerca de cinco milhões de euros.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.