Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Acordo histórico celebrado no sector têxtil

O presidente da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, Paulo Nunes de Almeida, afirmou ontem que foi celebrado um contrato colectivo de trabalho com a FETESE – Federação dos Têxteis, Vestuário e Calçado para o sector têxtil, revela a edição de hoje do Primeiro de Janeiro.

«O acordo histórico concluído com a FETESE [ligada à CGTP-Intersindical] vem permitir uma maior estabilidade nas relações laborais e criar alguns mecanismos que possibilitam melhorar as condições de trabalho e aumentar a produtividade das empresas do sector», disse Paulo Nunes de Almeida. Segundo este responsável, «com este acordo conseguiu-se, ao fim de oito anos, criar um quadro estável para as relações laborais do sector, factor que é determinante para o futuro das empresas e para a manutenção dos postos de trabalho».

Além disso, foi acordada a tabela salarial que vai vigorar até ao final de 2007. Neste âmbito, o valor médio ponderado dos aumentos salariais é 2,79 por cento em 2007, face ao ano anterior.

O acordo colectivo, ao reduzir as categorias profissionais, vai ter como contrapartida «um especial cuidado» na formação profissional dos trabalhadores, a qual será reforçada devido à maior polivalência de funções requerida aos trabalhadores.

Por sua vez, o acordo introduz a possibilidade de se recorrer à contratação a prazo, dentro de certos limites, para que as empresas se possam adaptar.

LE com O Primeiro de Janeiro

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.