Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Investimento privado faz a Zona Euro crescer ao ritmo mais forte desde 2000

O desempenho da economia europeia em 2006 continua a surpreender, levando a sucessivas revisões das estimativas de crescimento. Agora foi a vez da Comissão Europeia anunciar uma nova correcção da sua estimativa de crescimento da Zona Euro em 2006, apontando para uma variação do PIB que é quase o dobro do ano passado e a mais alta desde o ano 2000, revela a edição de hoje do Diário de Notícias.

A taxa crescimento apontada é de 2,5%, uma forte aceleração face aos 1,3% registados em 2005, e uma subida de 0,4% relativamente às previsões de Primavera. Para o total da União Europeia, espera-se uma aceleração para os 2,7%, o que compara com os 2,3% de 2005.

Consumo e investimento impulsionam economia europeia

«Ao contrário do que vinha acontecendo nos últimos anos, não são as exportações que estão a salvar a economia europeia. Desta vez, parece mesmo verificar-se a tão esperada recuperação da procura interna. Ou seja, os consumidores do Velho Continente estão a gastar mais e os empresários voltaram a investir. No comunicado ontem publicado, a Comissão Europeia destaca o crescimento homólogo de 2% no investimento privado durante o segundo trimestre de 2006», adianta o Diário de Notícias.

Portugal beneficia do aumento da procura na Zona Euro

Retirando o impacto ao nível das taxas de juro, os efeitos desta aceleração da economia europeia baseada na procura interna já se fazem sentir em Portugal: durante a primeira metade do ano, as exportações de mercadorias portuguesas cresceram mais de 10% face ao período homólogo do ano anterior, com a procura proveniente da Zona Euro a prestar um importante contributo, adianta ainda o Diário de Notícias.

Recorde-se que o Banco de Portugal reviu a sua estimativa de crescimento para este ano para 1,2%, contra os 0,8% antes apresentados, uma estimativa assente no pressuposto de um crescimento da Zona Euro de 2,1%, o valor que na altura era antecipado pelo Banco Central Europeu e que foi agora revisto em alta.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.