Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Responsáveis do projecto Skylander visitam CENTIMFE

Célia Marques
cmarques@leiriaeconomica.com

Os engenheiros chefes do projecto Skylander, incluindo o seu director técnico, Noel Potter, estiveram de visita ao CENTIMFE (Centro Tecnológico da Indústria de Moldes Ferramentas Especiais e Plástico). O objectivo passa por saber se existe «encontro de interesses e capacidade de resposta em termos de tooling», revelou Maria de Jesus Botelho, da divisão de Assessoria aos Projectos Colaborativos do Madan Parque, a entidade que apoia a concretização de investimentos da fileira aeronáutica para o Alentejo.

«O Skylander é um projecto estimulante e a Marinha Grande tem capacidade instalada que permite o envolvimento nesse projecto. Estamos a definir em que áreas o CENTIMFE e as empresas da região poderão colaborar no projecto», explicou ao Leiria Económica.

Relativamente a contactos com empresas, Maria de Jesus Botelho adiantou que estão a decorrer negociações, numa fase preliminar, com a Vangest e que estão receptivos à retoma de conversações com a Iberomoldes. «A Iberomoldes conhece o projecto e estamos à disposição para retomar contactos, uma vez que se mostraram interessados em participar», adiantou.

Quanto à Global Source – a única empresa do distrito de Leiria que fazia parte do consórcio inicial do Skylander – já não se encontra envolvida no projecto, revelou ao Leiria Económica fonte desta empresa da Marinha Grande que foi, recentemente, alvo de um processo de reestruturação.

Condições geográficas e apoio camarário determinaram fixação do projecto em Évora

Questionada relativamente ao motivo da escolha de Évora para instalação da unidade de produção do Skylander, Maria de Jesus Botelho afirmou que tal ficou a dever-se, sobretudo, às condições geográficas e climatéricas, bem como ao apoio regional manifestado, nomeadamente a nível camarário. «Há algum tempo que se fala na criação de um pólo aeronáutico no Alentejo e o Skylander é um projecto interessante, com dimensão, e que permanecerá 20 anos em Portugal», finalizou.

«Portugal tem um ambiente propício à recepção de grandes projectos»

Contactado pelo Leiria Económica, dias antes da visita, Rui Tocha, secretário-geral do CENTIMFE, disse, referindo-se ao Skylander, que Portugal tem um ambiente propício à recepção de grandes projectos, o que nem sempre é muito conhecido. «O CENTIMFE representa, nesse contexto, uma peça de suporte, porque a força desta indústria está nas empresas», salientou.

Rui Tocha relembrou que o CENTIMFE tem provas dadas na área da aeronáutica, tendo sido a primeira entidade certificada para o fabrico de peças maquinadas para a Ogma.

O Skylander é um projecto dos franceses da GECI Internacional que contará com a participação da indústria portuguesa de componentes do sector automóvel e aeronáutico.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.