Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

«Manual Para o Investidor em Turismo da Natureza» disponível na Internet

Um manual para informar e esclarecer dúvidas de potenciais investidores em turismo de natureza, como legislação aplicável e procedimentos para o licenciamento, está disponível na Internet, revela a edição de hoje do jornal Público.

«O manual constitui um importante instrumento de trabalho e suporte para técnicos, formadores, agentes de desenvolvimento, empresários e potenciais empreendedores, que pretendam apostar no turismo como motor de desenvolvimento sustentável e de qualidade de vida», sublinhou àquele diário, Aura Fraga, presidente da direcção da Vicentina -Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste, uma das promotoras, adiantando que o documento reúne e sistematiza «toda a informação legal e facilitadora da iniciativa de turismo de natureza, até à data dispersa».

A elaboração do manual envolveu o Instituto para a Conservação da Natureza (ICN), a Vicentina, que integra a Minha Terra – Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local e a Casas Brancas – Associação de Turismo de Qualidade do Litoral Alentejano.

Promover a diversificação da oferta e melhorar a qualidade e competitividade de produtos e serviços turísticos são alguns dos objectivos do manual, recentemente publicado e agora divulgado na Internet.

O documento, com 188 páginas, aborda a questão do alojamento e da animação ambiental, e descreve todos os tipos de turismo em espaço rural e de desportos de natureza, como pedestrianismo, orientação, BTT, actividades aquáticas, escalada ou hipismo, adianta ainda o Público.

O manual está disponível nas páginas www.minhaterra.pt, www.antemare.org e www.icn.pt

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.