Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Bancos vão reembolsar vítimas de fraudes no Multibanco

As vítimas de fraude com cartões Multibanco clonados serão reembolsadas pelos seus bancos, revela a edição de hoje do jornal Público, referindo-se às transacções fraudulentas em 300 cartões, que haviam sido clonados em terminais de pagamento Multibanco de bombas de gasolina na Benedita (distrito de Leiria) e no Cartaxo (Santarém).

Francisco Velez Roxo, administrador executivo da Sociedade Interbancária de Serviços (SIBS, gestora da rede Multibanco), disse ao PÚBLICO que desde Abril foram clonados 1500 cartões, uma operação que resultou no roubo de um total de «50 mil euros» através de levantamentos ilícitos.

«O banco emissor é responsável se houver problemas», disse Velez Roxo àquele diário, acrescentando que «a prática tem sido» reembolsar os clientes lesados.

A reacção dos cinco principais bancos portugueses

O Público contactou os cinco principais bancos portugueses. O BPI respondeu que «reembolsa todos os clientes que são vítimas de fraude no Multibanco», acrescentando que, «sem poder falar por outros bancos», esta é a «prática generalizada» no sector em Portugal.

O Santander Totta disse que a sua prática é que «os clientes não sejam prejudicados quando não tenham responsabilidade nos incidentes verificados». O Millennium bcp remeteu a questão para a SIBS, notando contudo que «cada caso é um caso». A Caixa Geral de Depósitos e o Banco Espírito Santo não deram resposta em tempo útil, revela ainda o Público.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.