Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Sócrates recomenda aposta na inovação, investigação e desenvolvimento

O primeiro-ministro, José Sócrates, recomendou aos empresários portugueses do sector energético para que apostem na inovação, investigação e desenvolvimento, de forma a fazer valer os investimentos em curso. «São entre seis e oito mil milhões de euros de investimento programado neste sector», sublinhou Sócrates, referindo tratar-se do «maior volume de investimento feito num sector», revela hoje a agência Lusa.

Para o governante, o sector vai ser, nos próximos três anos, o «motor» para o crescimento e modernização do país, com projectos de ciclos combinados, energia eólica, centrais de biomassa, energia solar, energia das ondas e biocombustíveis.

Sócrates falava durante o encerramento da iniciativa que decorreu no Porto subordinada ao tema «Estratégia Nacional para a Energia», promovida pelo Ministério da Economia.

Durante a sessão, também Manuel Ferreira de Oliveira, da Galp Energia reforçou a necessidade do país e as empresas apostarem na inovação e na investigação nesta área.

«Falta-nos ambição para desenvolver projectos para a energia», referiu o empresário, referindo que, à semelhança do que acontece no futebol, Portugal deverá tentar ser «campeão do mundo» nas matérias relacionadas com o sistema de energia, apelando mesmo à união de todos por um «desígnio nacional».

Ainda no campo da inovação, durante a sessão, que decorreu na Casa da Música, o Ministério da Economia anunciou que o Governo vai criar um fundo de 35 milhões de euros destinado a financiar projectos de investigação entre empresas e universidades.

Manuel Pinho anunciou ainda a criação de um laboratório nacional vocacionado para a energia e geologia, que trabalhará em articulação com as empresas.

O Governo está apostado em reduzir a dependência energética do exterior de 85 para 75 por cento e alcançar a meta de, até 2010, ter 39 por cento de energia eléctrica final com origem em fontes renováveis de energia.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.