Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

“Plano de Talentos” para a Região de Leiria

O Pacto Regional para o Ensino, Formação e Investigação, protocolo celebrado entre 33 instituições de formação da Região de Leiria e Oeste, de que o IPL é parceiro, é um projecto que resulta da ideia, partilhada por várias entidades, de que é fundamental que a Região de Leiria e Oeste respondam, de forma colectiva, ao desafio do conhecimento, como condição essencial para o desenvolvimento, revela o site do IPL.

Os resultados obtidos pelo estudo, apresentado por especialistas em desenvolvimento e planeamento regional, revelam a existência de contradições relativas à oferta institucional e formativa, às iniciativas manifestadas, face à oferta existente e à distribuição geográfica da formação.

Foi dado grande ênfase à ideia da construção de um “Plano de Talentos” inspirado no Projecto da cidade de Otava, no Canadá, conhecido como Ottawa 2020». O professor da Universidade de Aveiro, Rosa Pires, salientou a importância de uma acção continuada no tempo, o desenvolvimento de uma mobilização activa, apostando em recursos humanos qualificados, tentando conciliar postos de trabalho compatíveis e gratificantes.

Afirmou também que o “Plano de Talentos” deve ser enquadrado numa estratégia global de desenvolvimento regional, e que a ligação entre as autarquias e as instituições do Ensino Superior são uma peça chave para o desenvolvimento de uma Região, e para a criação de uma rede de informação entre elas.

Projecto Ottawa 2020 constitui quadro de referência

O especialista destacou a importância do diálogo com o Projecto Ottawa 2020, que constitui um quadro de referência para a acção a desenvolver, através de cinco princípios fundamentais: a identificação das necessidades de formação; a organização da oferta formativa; a garantia de que os empregadores “conhecem e reconhecem” a formação proporcionada; a orientação e incentivo de grupos sociais específicos e o acompanhamento e avaliação permanente do processo.

Neste processo de desenvolvimento foram apontadas como prioridades o combate ao abandono escolar precoce, a formação tecnológica de jovens, como forma de suporte da modernização das empresa, e ainda a qualificação e a reconversão profissional dos activos.

Como formas de actuação eficazes, Oliveira das Neves evidenciou a necessidade de conjugar interesses individuais dos activos empregados e das empresas, reorientar o quadro da oferta de formação de entidades formativas e de implementar o espírito empresarial.

A Região em estudo integra 227 instituições de ensino, que ministram 1720 cursos/formação. Os resultados finais serão conhecidos no final do ano, estando a ser programada a realização de um seminário internacional sobre novas práticas, inovadoras e bem sucedidas.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.