Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Atlanlusi inventa controlador de poeiras ecológico

Ao longo de uma década de actividade, a Atlanlusi, da Batalha, soube inovar e hoje destaca-se em Portugal e Espanha pelas soluções ambientais que desenvolve, revela a edição de hoje do Região de Leiria.

A Atlanlusi acaba de lançar no mercado o Geopoeiras, um produto inovador que controla poeiras. O produto foi desenvolvido pelo Departamento de Erosão e Ambiente da empresa, com o intuito de minimizar os problemas causados pela exposição permanente de poeiras, tais como as doenças respiratórias profissionais, desgaste em veículos, moléstia em culturas agrícolas ou as poeiras nas imediações de pedreiras ou junto a edifícios em construção.

O Geopoeiras é um humidificante natural, que atraí do ar as partículas de poeiras, conservando-as em estado líquido. O produto destina-se a diferentes mercados, pode ser aplicado manual ou mecanicamente em diferentes espaços. O Geopoeiras é biodegradável, inodoro, de fácil aplicação, transparente, seguro para as vegetações, não inflamável, nem volátil ou perigoso.

A empresa da Batalha comercializa produtos e desenvolve soluções que abrangem diversos sectores de actividade. Hoje é líder de mercado na Península Ibérica em hidrosemeadores, uma tecnologia recente que permite uma maior rentabilidade em sementeiras.

Em 2005 o volume de facturação da empresa foi de dois milhões de euros, o que correspondeu a 40 por cento de crescimento. Em 2006 os objectivos passam pela solidificação da imagem em termos ibéricos e o crescimento sustentável, adianta o administrador, Fernando Cruz.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.