Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Sócrates apela a investimento dos privados em investigação

O primeiro-ministro, José Sócrates, apelou hoje às empresas privadas para que acompanhem o esforço do Governo, que no Orçamento do Estado para 2007 aumentará em 50% os seus investimentos em investigação e ciência.

José Sócrates frisou que o seu Governo «tem reduzida margem de manobra» para investir, sobretudo em consequência da obrigação de cumprir junto da União Europeia as metas constantes no Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC).

«Por isso, as apostas orçamentais terão de ser mais minuciosas. Em 2007, no próximo Orçamento do Estado, a aposta que vamos fazer – e que será criteriosa – é na ciência, na investigação e no desenvolvimento», declarou o chefe do Governo.

José Sócrates acrescentou depois que o investimento público na área da ciência «aumentará 50% no próximo ano – o maior de sempre num só ano».

«Esse esforço do Governo tem de constituir uma alavanca para que o investimento privado aumente também em investigação e desenvolvimento», frisou o primeiro-ministro.

«Nos próximos anos, grande parte dos esforços públicos serão orientados para que se crie escala e dimensão ao nível da investigação realizada em Portugal, através da melhoria das ligações entre as universidades, os laboratórios de investigação e as empresas», declarou Sócrates.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.