Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Farmácia Lis atende utentes com robot

O proprietário da Farmácia Lis, na Gândara dos Olivais, Marrazes, pretende investir 600 mil euros em obras de remodelação do espaço, e na instalação de um robot que permite aos utentes comprar medicamentos sem sair do carro, revela a edição de hoje do Diário de Leiria.

Esta nova forma de compra de medicamentos vai permitir aos utentes deslocarem-se à farmácia, e, através de um guiché, levar os medicamentos. O robot é uma espécie de prateleira rolante, com capacidade para armazenar 1300 variedades de medicamentos, e que através de um ‘Enter’ dado no teclado do computador vai buscar o medicamento pedido, e deixa-o junto da funcionária que está a trabalhar no guiché.

«Esta alternativa permite às pessoas comprar os medicamentos sem sair do carro, por exemplo nos dias em que está a chover, e, por outro lado, acaba por ser mais seguro para as pessoas de mais idade», explica António Antunes, proprietário da farmácia, assegurando que o horário de funcionamento do ‘Farma Drive’ é o mesmo da farmácia, ou seja, diariamente entre as 09h00 e as 22h00, incluindo sábados, domingos e feriados.

A aquisição e a instalação do sistema robotizado vai custar 250 mil euros e é idêntico ao que está a funcionar numa farmácia de Santarém, propriedade de António Antunes.

No âmbito da instalação deste sistema, o empresário vai fazer obras de remodelação no interior da farmácia e no espaço exterior, no valor de 350 mil euros, com a criação de nove balcões de atendimento, um para apoio aos utentes da ‘Farma Drive’, e de alguns gabinetes de apoio aos cerca de 600 utentes diários.

A implementação do projecto – cujas obras deverão começar no próximo mês de Setembro com um prazo de execução de três meses -, vai obrigar a intervenções na zona frontal da farmácia e nos acessos, para que as viaturas tenham acesso ao ‘Farma Drive’.

O projecto foi apresentado e analisado na última reunião de Câmara, e o executivo decidiu indeferi-lo, alegando que «existem diversas questões, relacionadas com a circulação automóvel, pedonal e quanto ao funcionamento dos estacionamentos existentes no local, que não estão devidamente acauteladas no estudo apresentado. Por estes factos foi manifestada a intenção de indeferir a pretensão nos moldes propostos no estudo prévio».

O empresário afirma que vai aguardar que a autarquia lhe envie o despacho de indeferimento para apresentar uma alternativa. «Quero resolver as coisas pela via do diálogo, mas quero implementar este projecto, para poder dar resposta às necessidades dos utentes da farmácia» conclui António Antunes, lamentando que a autarquia alegue alguns conflitos em termos pedonais para indeferir o projecto, e que parte do passeio existente em frente à farmácia, esteja a ser utilizado «para estacionamento».

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.