Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Empresa da Batalha em missão empresarial portuguesa em Bissau

A Conceitos e Soluções, empresa com sede na Batalha e ligada ao mobiliário, está desde sexta-feira na Guiné-Bissau com um grupo de empresários portugueses, para efectuar uma «prospecção de mercado» para eventuais parcerias em áreas como construção civil, material de escritório, mobiliário e turismo.

Em declarações à agência Lusa, o porta-voz da missão indicou que os empresários têm, ao longo de uma semana, observado a situação económica guineense, bem como procurado informação sobre legislação ligada à protecção do investimento e respectivas garantias.

Segundo o responsável pela empresa de material de escritório Expresso Papiro, com sede em Odivelas, arredores de Lisboa, a delegação já teve encontros com vários membros do governo e com algumas companhias locais, tendo hoje sido recebida pelo chefe de Estado guineense, João Bernardo “Nino” Vieira.

A delegação empresarial, que regressa amanhã a Lisboa, integra representantes de cinco empresas portuguesas do centro do país e ainda duas de outros tantos guineenses radicados em Portugal.

Além da Expresso Papiro e da Conceitos e Soluções (com sede na Batalha e ligada ao mobiliário), integram a delegação Armando Borges, Paulo Machado e António Lopes da PM Construções (Vila Franca de Xira, ligada à construção civil) e Carlos Jesus, Jesa – Construções e Jesa – Serviços de Importação e Exportação (Carregado).

Domingos Pugna, da Agência de Viagens e Cargas Nova Guiné (com sede em Lisboa), e Papa Mané, responsável por três empresas em Portugal: Bissau Tempo, Papa Mané – Empresa de Trabalho Temporário e Papa Mané Construções (com sede em Rio de Mouro) são os dois guineenses radicados em Portugal que integram a missão.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.