Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Cooperação no turismo da região é prioritária

Leiria poderá vir a tornar-se uma região turística mais atractiva e mais competitiva se os empresários e organismos públicos se unirem, elaborarem um plano de marketing e divulgarem uma comunicação conjunta, dizem especialistas do sector, no jantar-debate, organizado pela ANJE no passado dia 8, revela a edição de hoje do Região de Leiria.

O distrito oferece uma das principais marcas turística portuguesas – Fátima – o pinhal de Leiria, a boa localização geográfica, proximidade de locais turísticos e a diversidade de recursos naturais, o que colocam numa situação favorável. A divulgação deste leque variado e completo de atracções, só é possível com a cooperação entre os hoteleiros da região.

Nelson Quico, da NML, empresa consultora, apontou o desordenamento da cidade de Leiria e a sua degradação urbanística como pontos fracos da capital de distrito, mas considerou o futuro aeroporto da Ota, o TGV, o forte dinamismo empresarial e a concretização de projectos de reabilitação urbana como oportunidades. O especialista avista sinais de mudança, tais como a crescente qualificação do parque hoteleiro da região, a construção da Igreja da Santíssima Trindade, em Fátima, do Ecoparque dos Monges, em Alcobaça, ou da Estrada Atlântica, ao longo da costa.

Na opinião de Miguel Sousinha, presidente da Região de Turismo de Leiria/Fátima o distrito tem que direccionar a comunicação turística para um público específico, baixar a sazonalidade, criar animação e entretenimento permanentes e melhorar a oferta de alojamento, apostando na qualidade.

Já Márcia Viegas, directora de marketing dos Hotéis Eurosol, afirmou que os hoteleiros e organismos públicos deverão comunicar uma oferta global, que fixe os turistas mais tempo na região, através de animação turística, circuitos e actividades diversas.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.