Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Responsabilidade Social Empresarial

Vigolarte patrocina “Orbitador” ao Centro de Apoio a Deficientes João Paulo II

A Vigolarte SA patrocinou a aquisição de um novo componente de sistema de integração sensorial, denominado “Orbitador”, para a Escola de Ensino Especial “Os Moinhos”, parte integrante do Centro de Apoio a Deficientes Profundos João Paulo II (CJPII), em Fátima, revela a empresa em comunicado.

Através do donativo de cerca de cinco mil euros, a Vigolarte permitiu a aquisição de um equipamento para a prática de exercícios de desenvolvimento físico e sensitivo, que equipará o ginásio da Escola de Ensino Especial “Os Moinhos”.

«Este instrumento será fundamental para que os nossos alunos tenham a possibilidade de realizar actividades que aumentam o seu desempenho físico. O equilíbrio, a estabilidade e a mobilidade destas pessoas serão aperfeiçoados e muitas das suas deficiências poderão ser corrigidas», revela ainda o comunicado, citando Manuel Calém, director do CJPII.

Nos últimos três anos a Vigolarte já doou cerca de 16 mil euros a esta instituição. Em causa estão o Aparelho de Sedação Consciente, a Sala de Comunicação e o Orbitador.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.