Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Italianos pretendem investir 50 milhões em São Mamede

Novos investimentos de alguma envergadura poderão surgir a curto/médio prazo na zona de São Mamede, junto à unidade já ali instalada, pertença da italiana Fassa Bortolo.

É o próprio presidente da Câmara da Batalha, António Lucas, que, em declarações ao Jornal da Batalha, admite que a empresa italiana «tem previstos alguns projectos de novos investimentos para aquela zona», estando já «algumas situações em andamento», nomeadamente o licenciamento de pedreiras, «uma no concelho da Batalha e outra no de Ourém».

No que respeita aos novos investimentos previstos pela Fassa Bortolo, o autarca adianta que houve já reuniões com a Agência Portuguesa para o Investimento (API), aguardando-se, neste momento, «uma reunião com o ministro da Economia para se analisar a hipótese do projecto avançar», uma vez que estão em causa projectos «demasiado grandes para serem tratados de outro modo».

Contactada pelo Leiria Económica, fonte oficial da empresa adiantou apenas que estão em curso negociações com o Ministério da Economia, «esperando-se que cheguem a bom porto».

Actualmente, a Fassalusa ocupa uma área coberta de 7.400 metros quadrados e emprega mais de quatro dezenas de trabalhadores. A capacidade de produção é de 1.500 toneladas por dia.

A marca Fassa Bortolo identifica a empresa que introduziu e divulgou em Itália os rebocos pré-misturados à base de cal e cimento para a construção civil.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.