Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Gescartão fecha fábrica na Marinha Grande

A Gescartão, decidiu encerrar a Lepe, empresa de produção de embalagens, situada na Marinha Grande, devido à falta de rentabilidade das instalações, revela o Diário Económico (DE) citando a Agência Reuters.

A empresa «pretende que este encerramento se produza da forma menos traumática possível, pelo que iniciará um processo de negociação com os trabalhadores tendo em vista tentar reduzir o impacto social desta medida», esclarece ainda o DE.

«O principal motivo do encerramento é a falta de rentabilidade das instalações provocada, quer pela situação de um mercado afectado pelo encerramento, nos últimos anos, de empresas consumidoras de cartão canelado, quer pelas características da própria fábrica», explica a Gescartão.

A Gescartão refere ainda que a este motivo acrescem razões de natureza ambiental, já que a fábrica se encontra inserida na malha urbana e habitacional da Marinha Grande, com os consequentes problemas de ruído e emissões de gases.

Esta fábrica está especializada em produtos de embalagem especialmente vocacionada para os sectores vinícola e de cerâmica e tem vindo a reduzir o número de empregados para 53 no final de 2005.

«O fim da actividade na Lepe terá como consequência a melhoria da eficiência e competitividade das restantes unidades de produção da Gescartão, dado que está previsto que a produção da fábrica da Lepe seja assumida pelas restantes instalações produtivas do Grupo[Europac, ao qual pertence também a Gescartão], incluindo a [fábrica] situada em Leiria», frisa.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.