Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Portugal ocupa 13º lugar no ranking mundial de utilização de TIC

Portugal subiu três posições no ranking mundial de utilização das tecnologias de informação e comunicação (TIC), situando-se assim, em 2005, na 27ª posição. Na União Europeia, Portugal subiu também dois lugares fixando-se agora na 13ª posição, à frente da Espanha, que desceu dois lugares, segundo um relatório divulgado pelo Fórum Económico Mundial.

Carlos Zorrinho, coordenador do Plano Tecnológico, disse hoje à agência Lusa que a subida de Portugal no ranking mundial da utilização das tecnologias de informação e comunicação representa «um importante sinal de viragem».

«Portugal, que durante anos desceu em vários rankings, está numa fase de subida. Temos condições para competir com qualquer país», sublinhou o coordenador Nacional da Estratégia de Lisboa e do Plano Tecnológico.

A introdução das tecnologias de informação no ensino básico, a banda larga nas escolas e o crescimento do acesso à Internet em alta velocidade terão levado à subida do ranking, explica o responsável.

O ranking mundial de utilização das tecnologias de informação é obtido através da análise de três indicadores: infra- estruturas e regulação; preparação dos cidadãos para as tecnologias e a sua utilização.

Num universo de 115 países, os EUA ocupam o primeiro lugar, seguido de Singapura, Dinamarca, Islândia, Finlândia, Canadá, Taiwan, Suécia, Suíça e Reino Unido. Portugal vem três posições depois.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.