Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Matrisa colabora com a Volkswagen

A Matrisa SA, Sociedade Construtora de Matrizes, sedeada na Marinha Grande, está a construir peças metálicas para a Volkswagen, revela a edição de hoje do Diário de Leiria. Futuramente a empresa tenciona intervir também na energia eólica e aeronáutica.

Esta unidade industrial está instalada na Marinha Grande desde 2002 e dedica-se à produção e reparação de matrizes de estampagem de grande dimensão para a indústria automóvel.

Há já três meses que a Matrisa está a desenvolver este protocolo para o fornecimento de peças metálicas e o objectivo da empresa passa por reforçar a colaboração com a marca alemã. As peças em desenvolvimento farão parte do novo jipe todo-o-terreno Marrakesh e o novo coupé Scirroco, que estão a ser construídos na Autoeuropa.

«Está a ser estudada a possibilidade de ser alargada a colaboração com a Volkswagen noutras áreas, e temos desenvolvido a nossa estratégia com base nas oportunidades de mercado que vão surgindo nas diferentes áreas», explicou Alberto Oliveira, administrador executivo da Matrisa, ao Diário de Leiria.

«Esta colaboração com a Volkswagen é a parte mais visível do primeiro grande projecto da empresa, mas estão outros em curso, face ao reposicionamento da indústria automóvel», salienta o empresário, lembrando que a empresa já fabricou peças para o Audi A6, Golf A5 e para o novo Golf descapotável, para além de colaborar com as marcas Renault, Ford e Citröen.

A empresa exporta 70% da sua produção de matrizes de estampagem (portas e capots para a indústria automóvel).

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.