Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Auto Júlio celebra 30 anos com aposta nas energias renováveis e eficiência energética

A celebrar o seu trigésimo aniversário, o Grupo Auto Júlio, que se dedica ao comércio de automóveis e combustíveis, iniciou uma nova fase, com a entrada na área das energias renováveis e eficiência energética, ao adquirir 70% do capital social da Alferpac.

A Alferpac, adquirida no início do ano, conta com uma equipa de 20 engenheiros (cerca de um quarto do número total de funcionários) e tem clientes como a EDP Comercial, a EPAL e a Vodafone, entre outras empresas.

É aos automóveis que se associa mais a actividade do Grupo Auto Júlio, mas o sector dos combustíveis representa 70% do volume total da sua facturação, tornando-se estrutural na sua existência.

«Este é, sem dúvida, o nosso principal negócio», realçou Bruno de Sousa, administrador executivo do Grupo. Há cinco anos as vendas foram de 26 milhões de litros, sendo que, para 2017, o objectivo é de 56 milhões de litros.

A estratégia de diversificação seguida sempre pelo fundador do Grupo, António Júlio Guedes de Sousa, permitiu que conseguissem ultrapassar fases menos positivas, como a crise que o sector automóvel atravessou nos últimos anos, mas que começou já a dar sinais de retoma. Em 2016 foram vendidas 1346 viaturas pelo Grupo e o objectivo para este ano é chegar às 1.513 unidades vendidas.

Apesar da crise no sector automóvel, o serviço de pós-venda dos concessionários tem-se mantido estável, prevendo-se um aumento de facturação, entre 2016 e 2017, de 5,4 milhões de euros, para 5,7 milhões de euros.

O Grupo, com sede nas Caldas da Rainha e gestão de cariz familiar, é composto por 13 empresas, em 10 sectores de actividade e dá emprego a 280 pessoas. Todos os anos a sua facturação tem vindo a aumentar, tendo passado de 70 milhões de euros, em 2013, para 83 milhões de euros, em 2016, prevendo encerrar 2017, com 87 milhões de euros.

Por trás do percurso do Grupo está António Júlio Guedes de Sousa, o fundador, que tem consigo a esposa, Luísa Fonseca, e o filho mais velho, Bruno de Sousa.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.