Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

IPL acreditado para prestação de serviços de diagnóstico pelo Portugal 2020

O Politécnico de Leiria obteve a aprovação do processo de acreditação de entidades para prestação de serviços de diagnóstico no âmbito dos projectos “Vales Oportunidades de Investigação”, enquadrada na tipologia de investigação e desenvolvimento tecnológico do sistema de incentivos do Portugal 2020.

Os projectos apoiados com os “Vales Oportunidades de investigação” têm a finalidade de promover a avaliação e identificação de problemas técnicos que importa resolver, de forma a permitir reforçar a competitividade das empresas ao nível da melhoria de produtos e de processos.

O Politécnico de Leiria poderá a partir de agora encontrar soluções imediatas no âmbito de serviços de consultoria em actividades de investigação e desenvolvimento tecnológico, e de serviços de transferência de tecnologia. Entre os serviços susceptíveis de apoio estão a identificação de problemas técnicos ao nível de produtos, serviços e processos, a avaliação de oportunidade de investigação e desenvolvimento, uma estratégia de I&D e respectivo plano de acção, bem como a assistência técnica para implementação de recomendações com implementação de curto prazo.

«Actualmente o Politécnico de Leiria pode disponibilizar mais serviços à indústria, em especial da região, reforçar a competitividade das empresas pela melhoria dos seus produtos, serviços e processos, alargar a sua rede de empresas parceiras, e apoiar as empresas a identificarem as suas oportunidades de melhoria», refere Leopoldina Alves, directora do Centro de Transferência e Valorização do Conhecimento do Politécnico de Leiria.

«Este é um instrumento que para além da resolução de constrangimento de curto prazo, criará oportunidades futuras para o desenvolvimento de projectos de investigação aplicada, colocando o conhecimento ao serviço da sociedade, reforçando as parcerias entre o Politécnico de Leiria e as empresas da região de Leiria e Oeste. Por outro lado, é uma oportunidade alinhada directamente com dois dos objetivos estratégicos do Politécnico de Leiria: o aumento da aplicação do conhecimento científico produzido e a contribuição para o desenvolvimento regional e nacional», explica Rui Pedrosa, vice-presidente do Politécnico de Leiria. «Estes serviços vão promover a aproximação, colaboração e maior conhecimento das empresas pelos professores e investigadores, gerando oportunidades de transferência de conhecimento mais eficazes que directa e indirectamente estarão associadas à empregabilidade dos diplomados do Politécnico de Leiria».

Para concretizar os seus projectos, as empresas beneficiárias dos “Vales Oportunidades de Investigação” devem obrigatoriamente contratar uma entidade acreditada. O incentivo máximo para a prestação de serviços nesta tipologia é de 15 mil euros, dos quais 5 mil vão para os serviços de diagnóstico, e 10 mil para os serviços de assistência técnica à implementação de recomendações de curto prazo.

Fonte: IPL

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.