Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

IDDNET envolve 41 empresas e 11 milhões de facturação

No último quadriénio, a IDDNET viu duplicar o número de empresas que beneficiaram dos seus serviços de incubação, num total de 42 projectos, que contribuem para uma taxa de ocupação que se cifra nos 99%.

Em finais de 2016, o conjunto das 41 empresas incubadas (61% das quais da área de TICE e 71% há menos de quatro anos na IDD), representava um volume de facturação de 11 milhões de euros, 28% dos quais advindos de exportação. No total, estas empresas empregam 173 colaboradores.

Em 2016, a IDDNET foi acreditada no âmbito da Rede Nacional de Incubadoras e do Programa Nacional Start Up Portugal do Ministério da Economia, fomentando a implementação das Medidas Start Up Voucher e Vale incubação. De notar que 29% das candidaturas a vales incubação elegíveis na região Centro surgiram da IDDNET.

A associação criou ainda um conjunto de novas acções e parcerias que deverão ter, a partir de 2017, «um impacto significativo na aceleração das empresas e no surgimento de novos projectos inovadores, em sectores estratégicos para a região», explica em comunicado.

Entre estas acções conta-se o Programa de Aceleração Spin+, co-organizado com as restantes 15 incubadoras da Rede de Incubadoras da Região Centro (RIERC); o Programa de Softlanding com a Universidade Brasileira UNIVATES; e a assinatura do protocolo “Fostering Innovation in Tourism”, com o Turismo de Portugal.

Destaque ainda para o projecto de cooperação transfronteiriço REinova, de três anos, no qual a IDDNET assume o papel de gestor de projecto, com vista à reindustrialização do sector agroalimentar.

A IDDNET é uma associação sem fins lucrativos criada em Julho de 2004 pelo Instituto Politécnico de Leiria, pela Associação Empresarial da Região de Leiria (NERLEI) e pela Câmara Municipal de Leiria, com o objectivo de promover o empreendedorismo, a inovação e as novas tecnologias.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.

AKI investe 500 mil euros na renovação da loja de Leiria

O AKI investiu 500 mil euros na renovação da loja de Leiria e está em processo de recrutamento de seis novos colaboradores. O objectivo passa por «reforçar o seu conceito de proximidade junto dos leirienses e actualizar a nova imagem da marca», explica a empresa em comunicado.