Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Sector TICE em Leiria: numa fase inicial mas com potencial para se afirmar globalmente

 

“O sector TICE (Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica) em Leiria encontra-se ainda numa fase inicial, sendo necessária a construção de alicerces que viabilizem o seu desenvolvimento. As empresas têm pequena dimensão, e deverão colaborar por forma a crescer no mercado doméstico e internacional”. Esta é a principal conclusão do estudo da NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria apresentado ontem, dia 6 de Março.

Segundo a NERLEI, as conclusões do estudo reforçam a ideia «do potencial que a região tem para formar um cluster TICE».

O estudo aponta dois estágios de desenvolvimento do cluster. No estágio actual, de implantação, deve «promover-se a colaboração entre empresas; o alinhamento do trabalho conjunto entre sector TICE, sector industrial, academia e startups; e a atracção de empresas TICE inovadoras», indica o estudo.

Já no estágio de alavancagem e crescimento, o foco deve estar «no crescimento e internacionalização de empresas; na atracção de empresas nacionais e internacionais de maior dimensão; na atracção de startups e scale-ups ligadas aos clusters industriais da região; no alinhamento do trabalho conjunto; no desenvolvimento de soluções inovadoras para os clusters industriais que integrem os vários players e cubram várias empresas da cadeia de valor», adianta o documento.

Considerando o estágio inicial de desenvolvimento do sector TICE Leiria, o estudo aponta três grandes objectivos: ganhar dimensão e ser relevante; ter soluções e produtos adaptáveis e escaláveis ao mercado; e fomentar o desenvolvimento de startups e scale-ups.

Para atingir estes objetivos o estudo aponta diversas iniciativas em quatro áreas chave: parcerias empresas-starups-academia; internacionalização; empreendedorismo e inovação; e comunicação.

Fonte: NERLEI

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.