Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Exportações de cerâmica e cristalaria em níveis recorde em 2016

O ano passado foi o melhor de sempre para as exportações de produtos cerâmicos e de cristalaria. As exportações de cerâmica ascenderam a 701 milhões de euros, enquanto as de cristalaria se cifraram nos 82 milhões de euros, o que representa uma variação anual de 6,3% no primeiro caso e de 13% no segundo, acima dos 0,9% registados pelo total das exportações nacionais.

O bom desempenho das exportações de cerâmica reflectiu-se também na sua contribuição para a balança comercial portuguesa, que se cifrou, em 2016, nos 573 milhões de euros, com uma taxa de cobertura das importações pelas exportações de 547%, acima dos 82,4% da taxa de cobertura média para o conjunto de bens. Este foi o terceiro melhor desempenho em termos globais (a seguir aos minérios e às pastas de madeira) e o sétimo melhor desempenho em termos do saldo de comércio internacional.

França é o principal destino das exportações de cerâmica

Em 2016, a cerâmica portuguesa chegou a 163 mercados internacionais. Para o conjunto de produtos cerâmicos (onde se inclui a cerâmica utilitária e decorativa, pavimentos e revestimentos, louça sanitária, telhas e outros), França é o principal mercado de destino, seguindo-se Espanha, Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido. Pouco mais de 70% do valor total exportado corresponde ao mercado intra-comunitário e perto de 30% ao mercado extra-comunitário.

Já o saldo da balança comercial de cristalaria foi de 40 milhões de euros. Já a taxa de cobertura das importações pelas exportações ascendeu a 196%.

No ano passado, a cristalaria nacional chegou a 118 mercados internacionais, sendo Espanha o país de destino principal, seguindo-se os Países Baixos, Alemanha, França e Estados Unidos. Cerca de 75% do valor total de produtos de cristalaria exportados dirigiu-se ao mercado intracomunitário e quase 25% a clientes do mercado extracomunitário.

«O design, a qualidade, a aposta na inovação são alguns dos atributos que têm pesado nestes valores francamente positivos para a indústria cerâmica e cristalaria. E não obstante a grave crise económica que afectou o sector e a já famigerada concorrência desleal de países terceiros, em particular dos países asiáticos, não deixa de ser admirável este valor recorde das nossas exportações em 2016», explica José Sequeira, presidente da Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e Cristalaria (APICER).

Distrito de Leiria contribuiu para 12% das exportações nacionais de cerâmica

Não existem valores desagregados por distrito para a cristalaria, mas sabe-se, no caso dos produtos cerâmicos, segundo dados do INE, que o distrito de Leiria exportou 171,3 milhões de euros em 2016, que representa um acréscimo de 7% face ao ano anterior e 12% das exportações totais de cerâmica portuguesas naquele ano.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.

AKI investe 500 mil euros na renovação da loja de Leiria

O AKI investiu 500 mil euros na renovação da loja de Leiria e está em processo de recrutamento de seis novos colaboradores. O objectivo passa por «reforçar o seu conceito de proximidade junto dos leirienses e actualizar a nova imagem da marca», explica a empresa em comunicado.