Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Distrito de Leiria lidera projectos aprovados ao abrigo do Centro 2020

Em 2016, o distrito de Leiria viu aprovados 729 projectos ao abrigo do Programa Centro 2020, aos quais foram atribuídos 175 milhões de euros de fundos comunitários. O distrito de Leiria lidera o ranking de apoios concedidos ao abrigo daquele programa.

O concelho de Leiria surge no topo da tabela (com 264 projectos aprovados, e 60 milhões de euros concedidos em apoios). Em segundo lugar surge a Marinha Grande (com 132 projectos aprovados e incentivos concedidos de 38 milhões de euros), depois Alcobaça (com 83 projectos e 26 milhões de euros de apoios), Pombal (com 80 projectos e sete milhões de euros de apoio),e  Porto de Mós (com 42 projectos e 12 milhões de euros de apoios).

Seguem-se ainda Porto de Mós (com 42 projectos e 12 milhões de euros de apoios), Óbidos (com 28 projectos e quatro milhões de euros de apoios), Batalha (com 26 projectos e oito milhões de euros de incentivos), Caldas da Rainha (com 21 projectos e quatro milhões de euros de incentivos), Peniche (com 14 projectos e cinco milhões de euros de apoios).

Um pouco mais abaixo surge Ansião (com 10 projectos e quatro milhões de euros de incentivos), Nazaré (com nove projectos e dois milhões de euros de apoios comunitários), Bombarral (com sete projectos e dois milhões de euros de incentivos), Alvaiázere (com seis projectos e 351 mil euros de incentivos), Figueiró dos Vinhos (com seis projectos e 423 mil euros em apoios) e Castanheira de Pera (com um projecto e 134 mil euros em apoios comunitários).

O Pedrógão Grande é o único concelho da lista que não viu nenhum projecto aprovado até ao final de 2016.

 

projectos-aprovados-ao-abrigo-do-centro-2020_2016

 

REDACÇÃO | Célia Marques cmarques@leiriaeconomica.com

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.

AKI investe 500 mil euros na renovação da loja de Leiria

O AKI investiu 500 mil euros na renovação da loja de Leiria e está em processo de recrutamento de seis novos colaboradores. O objectivo passa por «reforçar o seu conceito de proximidade junto dos leirienses e actualizar a nova imagem da marca», explica a empresa em comunicado.