Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

Investigação sobre moral tributária vale prémio a docente do IPL

Cristina Sá, docente no departamento de Gestão e Economia da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Leiria (ESTG/IPLeiria), recebeu o Prémio Professor Doutor Rogério Fernandes Ferreira, pelo seu trabalho de investigação intitulado “Factores determinantes da moral tributária em Portugal: Aplicação de um modelo de equações estruturais”.

O galardão da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas (OROC) e da Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC) distingue bianualmente trabalhos técnico-científicos originais em língua portuguesa nas áreas de Contabilidade, Gestão e Fiscalidade.

O trabalho em causa analisou os factores determinantes da moral tributária dos contribuintes portugueses, enquadrando-se na temática tributária, em particular na categoria dos trabalhos empíricos dedicados ao estudo das motivações subjacentes ao cumprimento fiscal. «O trabalho permitiu, fundamentalmente, realçar a influência dos determinantes de natureza não económica na motivação intrínseca dos indivíduos para o pagamento dos impostos», explica Cristina Sá, citada em comunicado.

«Concluímos que os indivíduos que apresentam maior grau de satisfação com a vida tendem a manifestar maior disponibilidade para o pagamento de impostos. Os resultados obtidos mostram ainda que essa motivação é influenciada pelo reconhecimento e valorização da democracia, como regime político, pela satisfação individual e pela religiosidade», acrescenta a docente da ESTG/IPLeiria.

Outra das conclusões da investigação, relativamente às características sociodemográficas, evidencia que os viúvos, os reformados, os indivíduos com menores rendimentos, maior nível de formação académica e os mais velhos declaram maior predisposição para o pagamento de impostos. Os indivíduos mais avessos ao risco, e os que apresentam maior orgulho em serem portugueses revelam também um nível de moral tributária mais elevado.

A docente desenvolveu o seu trabalho de pesquisa no âmbito do programa de doutoramento em Gestão da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), sob a orientação de António Martins e Carlos Gomes.

A criação e atribuição deste prémio bianual visam recordar e celebrar a obra e a dedicação do Professor Rogério Fernandes Ferreira, membro honorário da OCC e da OROC. Rogério Fernandes Ferreira dedicou-se a diversas áreas do saber, com especial destaque para as ciências da Contabilidade, Fiscalidade e Gestão.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.