Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Empresa do Grupo EST entre as cinco PME portuguesas inovadoras apoiadas pelo Horizonte 2020

A empresa RVE.SOL – Soluções de Energia Rural Lda., empresa de empreendedorismo social pertencente ao Grupo EST, de Leiria, é uma das cinco PME inovadoras portuguesas que vão beneficiar de investimento do Instrumento PME, do programa Horizonte 2020 da Comissão Europeia, que premeia as iniciativas europeias mais inovadoras. A empresa vai receber 50 mil euros para estudos de viabilidade para novos produtos disruptivos.

Em causa está o projecto Kudura, que tem como objectivo potenciar uma solução híbrida portátil para o fornecimento de energia e conversão de resíduos em energia. A electricidade é normalmente fornecida através de micro ou mini redes, enquanto a água e o gás são recolhidas no local onde a unidade está instalada. O sistema é escalável e as instalações requerem menos de 24 horas para ficar activas.

O projecto tem como objectivo capacitar as comunidades com uma solução sustentável de energia limpa e água potável, que as próprias podem gerir, e alinha-se com a iniciativa internacional World Bank’s Lighting Africa, que visa fornecer luz para 250 mil de pessoas até 2030.

Empresas portuguesas encaixam 250 mil euros 

Na mais recente ronda de resultados da fase 1 do Instrumento PME, do Programa Horizonte 2020, foram seleccionadas para financiamento 184 pequenas e médias empresas (PME), de 28 países, com um total de 176 projectos e 8,8 milhões de euros de financiamento. Destas, cinco são portuguesas, localizadas em Évora, Funchal, Leiria, Lisboa e Olhão. Cada uma vai receber um financiamento de 50 mil euros, podendo ainda solicitar até três dias de orientação empresarial gratuita (coaching).

«Com estes resultados mais recentes, são agora 54 as empresas portuguesas a beneficiarem da fase 1 deste instrumento específico para as PME ao abrigo do Horizonte 2020, o que demonstra a dinâmica inovadora do tecido empresarial português em áreas como a energia limpa, a investigação espacial, a robótica, a tecnologia de qualidade, ou o crescimento azul», explica Carlos Moedas, Comissário para a Investigação, Ciência e Inovação, responsável pelo Instrumento PME, no âmbito do programa Horizonte 2020.

Desde o lançamento do programa, em 1 de Janeiro de 2014, foram seleccionadas no âmbito da fase 1 do Instrumento PME, 2.024 pequenas e médias empresas, 54 das quais portuguesas.

O instrumento a favor das PME é executado através de um convite à apresentação de propostas com quatro datas-limite por ano. O financiamento é de 50 mil euros na fase 1 e até 2,5 milhões de euros na fase 2. A próxima data limite para a fase 1 é dia 15 de Fevereiro de 2017.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.

AKI investe 500 mil euros na renovação da loja de Leiria

O AKI investiu 500 mil euros na renovação da loja de Leiria e está em processo de recrutamento de seis novos colaboradores. O objectivo passa por «reforçar o seu conceito de proximidade junto dos leirienses e actualizar a nova imagem da marca», explica a empresa em comunicado.