Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Eficiência energética na indústria, agricultura, floresta e pesca, com candidaturas abertas até Abril

 

O governo lançou, esta semana, um novo concurso para promover a eficiência energética na indústria, agricultura, floresta e pesca. Trata-se do Fundo de Eficiência Energética (FEE), com uma dotação total de 1,35 milhões de euros, e candidaturas até dia 27 de Abril do próximo ano.

O FEE tem como objectivo «diminuir o consumo energético, através da modernização e incremento de competitividade destes sectores». Contempla assim investimentos «destinados a melhorar o desempenho energético das instalações, através da substituição dos equipamentos existentes por outros mais eficientes, da implementação de dispositivos de controlo e actuação que permitam optimizar as condições de uso e consumo de energia, e/ou da reformulação e integração de processos que, no seu conjunto, apresentem um período de retorno simples inferior a sete anos», explica a página do Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética (PNAEE).

O financiamento dos projectos assume a forma de subsídio não reembolsável, sendo a comparticipação de 30% das despesas totais elegíveis até ao limite máximo de 80 mil euros.

As candidaturas são apresentadas ao FEE através do portal electrónico do PNAEE na área de candidaturas FEE.

Mais informações em http://www.pnaee.pt/.

 

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.