Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Secil Argamassas comemora 125 anos

A Secil Argamassas, empresa que se dedica à produção de argamassas, sedeada na Maceira, distrito de Leiria, comemorou sexta-feira 125 anos. A empresa, que dá emprego a 39 pessoas, registou em 2015 uma facturação na ordem dos 8,7 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 16% face ao ano anterior.

Segundo dados da Informa DB, constantes no ranking das 250 Maiores Empresas do Distrito de Leiria, publicado a semana passada pelo Jornal de Leiria, em 2015 as exportações rondaram 1,6 milhões de euros, a maior canalizadas para o mercado comunitário. Já o resultado líquido andou na ordem dos 410 mil euros, o que representa uma melhoria face ao prejuízo de 331 mil euros registado no ano anterior.

Fundada em 1891 (na altura com a designação de Fábrica de Cimentos de Maceira), a Secil Argamassas desenvolve e produz novos materiais para a construção. Integrada no Grupo Secil, um dos principais grupos industriais nacionais, a Secil Argamassas foi pioneira na produção de cal hidráulica natural e de argamassas secas industriais em Portugal.

O Grupo Secil está presente em cinco países, com mais de 80 unidades de produção, operando nos segmentos do cimento, betão pronto, agregados, pré-fabricados e argamassas secas.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.