Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

IPL e CERN assinam protocolo de cooperação científica e tecnológica

O Politécnico de Leiria vai firmar, no próximo dia 28 de Outubro, um protocolo de cooperação científica e tecnológica com o CERN – European Organization for Nuclear Research, uma das maiores e mais prestigiadas instituições de investigação a nível mundial.

O acordo será assinado por Nuno Mangas, presidente do Politécnico de Leiria, e Miguel Jimenez, director do Departamento de Tecnologia do CERN, contando ainda com a presença de Paulo Ferrão, presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

“O novo protocolo surge na sequência do sucesso reconhecido dos trabalhos no âmbito de estágios realizados no CERN por estudantes dos mestrados em Engenharia Eletrotécnica e Engenharia Informática – Computação Móvel, da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Leiria, posteriormente acolhidos como colaboradores”, explica a instituição de ensino em comunicado.

Este acordo formaliza ainda a colaboração científica e tecnológica já existente entre as duas instituições relativamente aos estudantes de licenciatura e mestrado, e que se traduz na realização de trabalhos de final de curso orientados em conjunto, que permitem resolver problemas técnicos identificados pelo CERN.

«Esta oportunidade única, com inúmeras mais-valias para os docentes e estudantes do Politécnico de Leiria, permite complementar as aprendizagens adquiridas durante os respetivos cursos nos diversos níveis ministrados – TeSP, licenciaturas e mestrados», considera Telmo Fernandes, coordenador do Mestrado em Engenharia Eletrotécnica da ESTG/IPLeiria.

Esta colaboração pode ainda fomentar o aparecimento de projectos de investigação conjuntos, que envolverão professores, estudantes de mestrados e investigadores do Politécnico de Leiria, que assim se podem associar ao CERN. Os trabalhos de investigação podem abordar diversas áreas, como as tecnologias da informação, comunicações, bases de dados, controlo e automação industrial, sistemas industriais, sistemas distribuídos ou infraestruturas.

Fundado em 1954, o CERN é um laboratório localizado na fronteira franco-suíça, perto de Genebra. Esta instituição possui o maior e mais potente acelerador de partículas mundo, o LHC (Large Hadron Collider), utilizado para o estudo dos constituintes básicos da matéria – as partículas fundamentais.


Fonte: IPL

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.

AKI investe 500 mil euros na renovação da loja de Leiria

O AKI investiu 500 mil euros na renovação da loja de Leiria e está em processo de recrutamento de seis novos colaboradores. O objectivo passa por «reforçar o seu conceito de proximidade junto dos leirienses e actualizar a nova imagem da marca», explica a empresa em comunicado.