Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Lena lança sinal vertical inovador

O Grupo Lena desenvolveu um projecto de sinalização vertical a partir de polímeros, que apresenta propriedades de autolimpeza e aditivos fotoluminescentes para maior visibilidade e segurança dos condutores. Chama-se SinalPlas e é um dos projectos desenvolvidos no Núcleo de Investigação e Desenvolvimento (I&D) do Grupo Lena, revela a empresa em comunicado.

«A concepção e produção de sinalização vertical a partir de polímeros recicláveis tem diversas vantagens, nomeadamente ambientais, decorrentes da redução dos custos energéticos associados à fabricação e à degradação dos sinais, concebendo sinais com maior resistência à corrosão, mais leves, com maior facilidade de manuseamento e transporte, e também de segurança dos condutores, pelas suas inovadoras propriedades de autolimpeza e de fotoluminescência», explica Janine Faria, responsável pelo Núcleo de I&D, citado em comunicado.

O projeto SinalPlas, da empresa Ecopaint, que vem substituir o metal e ultrapassar as actuais limitações e desvantagens, é cofinanciado pelo Compete 2020 e tem um investimento total superior a 440 mil euros.

O Núcleo de I&D do Grupo Lena actua nas áreas de negócio de Ambiente e Energia, Construção, Imobiliária, Indústria e Turismo, e conta com a cooperação técnica e científica do Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado do Produto do Politécnico de Leiria (CDRSP/IPLeiria).

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.